quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Tem sentimento mais sublime que o amor?

Segundas chances podem ser, em outras palavras, uma oportunidade para o amor. Só que isso dependia do destino e não dela.
Ela sabia que não poderia viver em função daquela paixão antiga e seguiu em frente, se esforçou muito para continuar sendo feliz e foi, mesmo sem ele. Ela até teve outros romances, mas nenhum foi tão intenso a ponto de durar mais de uma estação, no máximo.
O tempo foi bom para ela que a cada dia ficava mais graciosa, por dentro e por fora. Mas isso não significa que ainda não esperasse aquela ligação, que não vivesse idealizando um encontro, vendo aquele rosto em outros tantos que passavam por sua vida.
Alguns sentimentos perduram por toda a nossa existência, resistem a sol, chuva e até as maiores tempestades e ela compreendia isso como ninguém. A questão é que também era moça sábia e soube guardar o amor no compartimento mais bonito. O amor para ela nunca foi um fardo, era fim de tarde com o sol se pondo, lua cheia, céu estrelado, sorriso e coração cheinho de ternura. Como alguma coisa tão bonita poderia pesar no coração de quem sente?

10 comentários:

  1. Apesar dos tropeços, choques e lágrimas a gente sempre está querendo amar.
    Afinal como disseste: "Tem sentimento mais sublime que o amor?"
    Não né =)

    Um beijo, lindona

    ResponderExcluir
  2. "nós vivemos do amor..."

    retribuindo sua visita amiga, pode ter certeza que passarei masi vezes aqui sim, já estou te seguindo também.

    Obrigado pela sua visita !
    Bjsu Rê

    ResponderExcluir
  3. passei aqui pra retribuir tua visita e vou contar que eu me surpreendi, amei teu blog e você escreve muito bem. adorei todos os textos que eu li, e esse tá simplismente lindo. pronfundo e sincero. dá pra sentir tudo através das palavras.
    "Mas isso não significa que ainda não esperasse aquela ligação, que não vivesse idealizando um encontro, vendo aquele rosto em outros tantos que passavam por sua vida.
    Alguns sentimentos perduram por toda a nossa existência, resistem a sol, chuva e até as maiores tempestades e ela compreendia isso como ninguém." - praticamente me vi nesse parte.

    ResponderExcluir
  4. .

    Pois é, Jana... o amor jamais pode pesar no coração de quem o carrega.

    Lindo texto!

    Deixo beijos. Levo sorrisos.

    .
    .

    ResponderExcluir
  5. Oh.. eu tambem gostei tanto do seu blog,
    que vou ficar por aqui tbm"
    Bjws"
    Ps: Lindo texto. Muito""
    "(*_*)"
    http://nostudinhos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Como alguma coisa tão bonita poderia pesar no coração de quem sente?
    Inútil procurar explicações...
    Um lindo fim de tarde!

    ResponderExcluir
  7. me fez recordar meu ultimo "amor"..
    percebi q ela ainda ta viva dentro de mim..
    mas, nem quer olhar nos meus olhos,
    entao o q faco?
    a ultima vez fui atras do olhar dela,
    mas ela desviava do meu e se refugiava no
    horizonte..

    voltei,. optei por caminhar,.
    enfrentar as turbulencias
    do coracao renegado
    e quem sabe,. em busca d um
    novo amor;;;

    lucas (ejc)

    ResponderExcluir

Venha quando quiser, ligue, chame, escreva.
Tem espaço na casa e no coração, só não se perca de mim. (Caio F.)